Considerações


Realizar uma revista institucional foi uma importante experiência para minha carreira profissional. Ouvir as necessidades das pessoas que fazem a Escola de Música Anthenor Navarro e podê-las publicar foi bastante gratificante. O mais interessante é que como estudante da EMAN eu tinha uma visão sobre a Escola, hoje, depois de investigar sobre a instituição e ter descoberto que ela é detentora de uma das melhores musicotecas do Nordeste mudou muito minha concepção sobre a Anthenor Navarro.
            Poder redigir de maneira jornalística, ou seja, acessível a todos, as dificuldades enfrentadas pela Escola, colocar em uma publicação as palavras e desabafos de tantos profissionais especializados que não suportam mais o descaso dos poderes públicos foi imensamente inesquecível. Mas ter a sensação de que a revista não poderá alcançar o grande público por causa da pequena tiragem é frustrante! Fica a impressão de que há algo ainda a se fazer, que é justamente alcançar um público maior, constranger políticos através das matérias e levar essas ricas informações a uma população que desconhece o tamanho da importância da Escola de Música Anthenor Navarro.
             Ter a experiência de ver publicado minhas próprias reportagens em série, realizar entrevista pingue-pongue com um doutor em música e ver publicado meu próprio artigo, além de poder editar tudo e diagramar, também foi uma experiência única e enriquecedora. O que antes sabia na teoria, hoje posso comprovar na prática o quanto é importante a existência de uma revista institucional, tanto para alcançar as pessoas que fazem parte dessa instituição, quanto para consolidar seus ideais fora dela e alcançar o público externo.
            Enfim, acredito ter sido de suma importância a criação da revista Sonare, tanto para a editora quanto para a Escola de Música Anthenor Navarro, que agora conta com uma publicação que poderá servir para divulgação de seus trabalhos quanto para expor aos paraibanos a qualificação dos políticos que estão sendo eleitos pelo estado.